segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

PROENÇA A NOVA

O LAGAR DE AZEITE



Azeitona! Um dos produtos mais importantes para a nossa alimentação. Esta é a altura do ano em que muitas famílias se deslocam ás aldeias, com o intuito de apanhar a azeitona das oliveiras.

Após a apanha, a azeitona é levada para o lagar, para se produzir o tão saboroso azeite do nosso país.

Vou tentar ilustrar com algumas fotografias e de uma forma simples, como funciona o processo de produção.
Assim que os sacos com azeitonas chegam ao lagar, são pesados, para cada pessoa saber quantos litros de azeite terá no final do processo de produção.


Após terem sido pesadas as azeitonas, são despejadas, para um túnel, (espécie de funil). Tendo inicio o ciclo produção do azeite. 
Em seguida as azeitonas descem por ali abaixo, e começam a ser esmagadas. 

O resultado desse esmagamento é uma pasta que será barrada numas seiras redondas, que tem um buraco ao meio, para poderem entrar num cilindro que irá servir de prensa.
Na fotografia abaixo consegue-se perceber melhor o que estou a descrever. A maquinaria utilizada em todo este processo.
Tudo isto se processa a altas temperaturas. E o resultado final, que tanto gostamos o



AZEITE.



2 comentários:


  1. Olha o lagar da minha terra! Abençoado seja o azeite que ainda perdura por estas paragens e que tanto aprecio, hum, hum...Para regar o bacalhau e a couve na tradicional consoada de Natal, é algo que não dispenso...

    ResponderEliminar
  2. O nosso azeite é ouro! E este que ainda é feito por um processo meio artesanal que já tive a oportunidade de assistir, é delicioso, digo-o por experiência própria. Esta gordura natural é boa para a saúde, é bom saborear o pão molhado no azeite e degustar pratos por ele temperados, cozinhados... finalmente, uma nota à matéria-prima, a azeitona, também muito apreciada à mesa!

    ResponderEliminar