segunda-feira, 17 de outubro de 2016

LISBOA

Conceito das horas...

Nos tempos que correm, tempo é dinheiro, ninguém tem tempo para nada, e o dia só tem 24horas, correto?

Afinal uma hora é uma hora, e um minuto é um minuto! Não vale a pena atrasar ou avançar os ponteiros do relógio, que o dia começa e acaba á mesma hora. O truque é aproveitar a vida, a cada segundo...

Filosofia do tempo! Blá, blá, blá... Afinal de contas ainda alguém vê as horas nos relógios de parede que estão por aí espalhados? Alguém vê as horas no relógio de pulso? E nos telemóveis, é por aí que se vê as horas? Nos computadores?

Hoje ninguém pergunta as horas a ninguém, até parece mal! Hihihi, antigamente era uma boa desculpa para falar com alguém...

Balelas, á parte! Os relógios são peças de arte fabulosas!

4 comentários:

  1. Mas que há relógios lindos, isso há......vários tipos, tens aqui apenas uma amostra, alguns do tempo dos nossos antepassados, que nem nós (eu) nem sei ver as horas......alguns até já nem funcionam, mas tem a sua beleza e valor, como tu dizes!! blábla

    ResponderEliminar
  2. Ah, que espectáculo! Adoro RELÓGIOS! São peças de arte, de moda, de utilidade, decorativas, etc... Enfim, para mim, peça indispensável no dia-a-dia. Peça de culto, são por natureza uma das minhas paixões. De todas as cores e variedades, clássico, desportivo, casual, de marca ou não, aprecio a peça em si mesma!
    E estes RELÓGIOS da FOTO são deveras bonitos e que complementam a beleza arquitetónica destes edifíos....

    ResponderEliminar
  3. Ah, que bela colecção! Têm muita História,sobretudo os mais antigos. Se eles falassem, que diriam?
    Eu não dispenso o meu relógiozinho de pulso no dia a dia, sou fã, fazem parte de mim. E trato-os como jóias mui valiosas (cada um tem sua pancada!)...

    ResponderEliminar
  4. As horas são o roubo do tempo, há relógios giros,modernos ou antigos mas a finalidade é sempre a mesma, controlar o tempo.

    ResponderEliminar